Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Nem Leandro Vuarden consegue impedir a vitória fácil do Botafogo contra o Vasco

Falta vergonhosa do Luis Fabiano, quatro cartões todos pra jogadores do Botafogo, passou o jogo inteiro invertendo faltas, não deu cartão pro Breno Incendiário que baixou o sarrafo...
Foi um jogo-treino pro Botafogo, o time do técnico fantasiado de gerente de banco é inferior, mas é sempre bom ficar atento

E que deselegância dos jogadores do Vasco nas entrevistas finais. Um chamou o adversário de moleque, outro desmereceu a vitória do Glorioso. Tomaram um banho de bola. E esse técnico do Vasco é uma piada. Molhou o terno todo.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Que desculpa os flamenguistas dão mais quando o time ganha mais uma roubado?

Você, sentão amigo, que desculpa costuma dar quando o Mengo ganha mais uma roubado? 

1) chama o cara de chorão,

2) diz que os juízes erram pra todos os lados,

3) diz que você só se preocupa com o que ele chama de Mengão,

4) muda de assunto, fala de uma jogo no Japão no século passado e enumera os 5.233 "títulos" que o clube conseguiu (a maioria deles roubado, claro),

5) todas as respostas acima.

Cartas para a sede do clube no Jardim Botânico.

domingo, 18 de junho de 2017

Prorrogação em jogo do Flamengo é assim


Que venham as velhas desculpas de toda semana.

Que mané arena do Condá, isso aqui é Botafogo

Já passou da hora de tratar a Chapecoense como coitadinha. Um time limitado que não respeita o fairplay e ainda catimba, uma torcida que fica vaiando os jogadores adversários o jogo inteiro e um técnico medíocre que pressiona o árbitro em campo, o auxiliar, o bandeirinha, o delegado, o prefeito, o padre....

Quanto ao jogo, Gatitto seguro como sempre. Arnaldo com altos e baixos. Zaga firme. Vitor Luis vibrante como sempre. Belas atuações do Lindoso e do Bruno Silva. João Paulo crescendo de produção, Pimpão o lutador de sempre, o menino Rodrigo Matheus fazendo o papel de formiguinha e o Roger brigando com a bola mas fazendo seu golzinho.

Agora é pegar o Vasco do técnico fantasiado de gerente de banco.

Beneficiado com "lance duvidoso" de novo, Flamengo?

Não vi o jogo do Sentão mas soube que teve "lance duvidoso" de novo em favor do de sempre. Fora o gol do empate aos 200 e tantos minutos de prorrogação.

terça-feira, 13 de junho de 2017

A vida dá muitas voltas, Sassá

Já vimos esse filme interpretado por "atores" como você, Sassá, e sabemos como termina. Tudo bem que você é muito limitado intelectualmente e mal assessorado. Mas não se esqueça do que falou ao se apresentar ao Cruzeiro. Poderia ter mais respeito e dignidade. Se não com a diretoria e a comissão técnica que tentaram ajudar você, pelo menos com a torcida. A vida dá voltas, cara. Dá pena de você. E em breve você vai saber porque.

Tomara que os mineiros transformem você num homenzinho. Coisa que você não é.

Adeus.

domingo, 11 de junho de 2017

Presidente do Flamengo, que já cantou debochando da torcida do Botafogo, agora dá bananas pra torcedores do Avaí


Não adianta. Classe é classe. Falta de classe é falta de classe. Isso aí é Flamengo. Depois, claro, como todo framenguista, deu desculpas. (Reprodução: globo esporte).

É Bom lembrar dele rebolando contra o Botafogo. Aqui.

Já sacaneou seu flamenguista hoje?



Dois espanhóis e um italiano discutem no Aeroporto Tom Jobim.

"Meu time é o maior do mundo e tem o Camp Nou", diz o torcedor do Barcelona.

"Como maior do mundo se o atual campeão é o meu time e temos o tradicional estádio Santiago Bernabéu", rebate o torcedor do Real Madri.

Ainda de cabeça inchada, mas convencido como todo italiano, o torcedor do Juventus interfere:
"Nós somos o maior do mundo e temos o atualíssimo Juventus Stadium".

Nisso, chega o torcedor do Framengo:

"Alguém falou em maior do mundo aí?"

Os três europeus se espantam e perguntam ao mesmo tempo um pro outro:

"Quem é esse aí?"

O sentão não desiste:

"Ganhamos a Copa Toyota de 1981 e...".

De novo os três perguntam ao mesmo tempo:

"Copa o quê?".

O torcedor do Real, mais compreensivo, e achando que estava diante de um louco, indaga:
"Tá bom. Copa Toyota, né? Mas tens estádio?".

E o framenguista, com a velha soberba e mania de grandeza de sempre, responde, orgulhoso:
"Temos um novinho que vamos inaugurar semana que vem... A ILHA DO URUBU!".

Como diria o nosso querido Ancelmo Gois: "É. Pode ser".

Botafogo é roubado mais uma vez

Enquanto o Framengo é beneficiado como sempre, o Botafogo é roubado como sempre. Fez uma boa partida, merecia vencer, mas ninguém resiste a um juiz que marca pênalti nos dois tempos, um deles vergonhosamente roubado. No jogo passado contra o santos foi aquela vergonha.

Até quando? Até quando?

Mais uma vergonha envolvendo o Flamengo no futebol brasileiro: dessa vez o juiz volta arás e anula pênalti em favor do Avaí

Até quando? Até quando?

Sempre ouvimos dizer que depois que um juiz dá pênalti não adianta reclamar. Quem disse isso não conhecia o Flamengo. O que falta acontecer pra esse time que é a vergonha do Brasil se dar bem?

Vão chamar os jogadores e torcedores do Avaí de chorões também?

Que venham as desculpas de sempre.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Sentão cheirosinho perde do campeão brasileiro de 1987 começa a pagar a série de micos no Brasileiro 2017 pra diversão do Jerry


Olhem só quem já está de volta. Se o Framengo tivesse o time que pensa que tem...

E não adianta contratar um monte de gente com a grana que recebe do Sistema. Framenguistas nasceram pra ser gozados.

Que venham as desculpas.

domingo, 4 de junho de 2017

Arão quebra dois colegas de profissão e mesmo assim Mengo não consegue ganhar do time estourado do Botafogo

Não adianta. É sempre esse tipo de coisa. Entrou com maldade no Vitor Luis e de forma estabanada no Airton. Imaginem se fosse o traíra do Arão e não o Airton o jogador contundido? Agora estão passando a mão na cabeça desse irresponsável.

Airton teve uma fratura e vai passar um longo tempo sem poder jogar. A contusão do Vítor também foi séria. Mas o Arão vai continuar jogando numa boa.

As duas contusões influenciaram o resultado. Impossibilitou o Botafogo, que jogou na quarta, de fazer substituições no segundo tempo.

Mas sempre foi assim e não vai mudar nunca.

O Mengo, já disse aqui, é a maior prova da impunidade no Brasil.

Que venham as desculpas.