Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Blogspot tenta evitar que flamenguistas leiam o Blog do PC ao exigir que provem que não são robôs


É BOICOTE. Só pode ser. Como os framenguistas vão provar que não são robôs? Eles não são outra coisa, pô! Afinal acreditam em tudo o que leem, ouvem e veem. Principalmente se for na Globo ou na FraPress. Parodiando o doutor Roberto: não mexa nos meus framenguistas, Blogspot.

41 comentários:

Sidney disse...

Pc, ontem infelismente morreu Joelmir Beting aos 75 anos de idade, ele trabalhava na Tv Band, ele era Pai do comentarista Mauro Beting.

Carlos Casto disse...

PC, além de robôs são também zumbis. Será que esses conseguem entrar?

Felipe Flanático disse...

No primeiro post em que eu comentei aqui no blog (“Flu, campeão do apito! É muita inveja”) o Cacau disse o seguinte: “Tem uma turminha no Lancenet que entendeu finalmente o embate "rouboXluta pela moralização" e agora, tenta falar mal de Garrincha e até de Nilton Santos. Lá, conto-lhes como conheci os amigos de infância do Zico chupetinha e a discussão vai indo.”

Como eu disse em outro post: nunca vi o Cacau comentando no Lancenet...

_______________________
Marcos Paret disse:
28 de novembro de 2012 às 15:32

“(...)Ou quem sabe o Paret é vizinho do Zico chupetinha. Pelo menos, a estorinha dele lá em Quintino eu conheço legal. Na infância, qual o nosso Fellype Gaybriel (tudo lá da Gayvea), era movido a biscoito Xereta com chá mate.(...)”
____________________


Procura-se Cacau no Lancenet...

Felipe Flanático disse...

E sobre o Garrincha... hehehehe.

O maior ídolo da história do Botafogo, se não o único, era mané até no nome: Mané Garrincha.

Garrincha veio parar no Botafogo por um acaso: confundiu o clube com uma fábrica de cachaça. Garrincha, como todos sabem, era alcoólatra e vivia de fogo, e achou que "Botafogo" era o nome de alguma bebida nova. Acabou parando na peneira do clube, e mesmo bêbado conseguiu driblar todos os "craques" do clube de então. Humilhados ao ver que uma pessoa "mamada" jogava melhor do que todos no elenco, a diretoria resolveu contratá-lo.

Garrincha, como o clube, acabou sendo conhecido como "A Estrela Solitária", porque jogava sozinho. Os outros jogadores eram muito ruins, e o coitado acabou entortando as pernas de tanto se virar pelo time.

Tem também o Túlio (único ídolo com menos de 50 anos), o Nilton Santos, o Mum-Rá, o Oscar Niemeyer e outras velharias que ninguém mais se lembra.

Além dos jogadores, a torcida alvinegra tem orgulho de seus perdedores honestos dirigentes, como Bebê Chorão de Freitas, Maurício Chorão, Castor de Andrade, Emil Pinheiro, Carlito Rocha, Beth Carvalho, Seca Pacotinho e Fernandinho Beira-Mar, este último mesmo após abandonar o cargo continua contribuindo nas despesas do clube com suplementos alimentares para os atletas.

Curiosamente, nem os ídolos do Botafogo torcem pelo clube, no máximo simpatizam.

Luis disse...

PC
Está provado que este dispositivo não bloqueia nem robôs nem esquizofrênicos !!

Allan Gouvêa disse...

Aí, nunca vi comentário tão bem feito neste blog, parabéns Felipe Flanático, essa é a verdadeira história do Garrincha. Parafraseando o PC: Mate-me de rir.
.
Se este blog for mesmo imparcial, o Pc postará a história do Garrincha no próximo post.
.
SDM

eduardo schiefler disse...

Me divirto !!!
:)

Luis disse...

A inveja dos que tem como ídolo um perdedor de 3 copas é de dar pena
Se rasgarão de ódio pelo Fogão até o final dos tempos.A realidade não mudará por mais que se irritem os urubus
Garrincha será sempre Garrincha amado e reverenciado em todo o mundo
Do lado de lá, Peu é Peu.........
Bigu é Bigu.......
Chupetinha é um fracassado da história das copas
Amorim e Marcio Clodovil Braga sõ bandidos e o maior chefe de torcida foi Clovis Bornay fundador eterno da FLAGAY em 1979

Carlos Casto disse...

Garrincha está na seleção do mundo de TODOS OS TEMPOS.
Assim como Nilton Santos.
Assim como Didi.

Mal aí...

Celso Ricardo disse...

Flamenguista falando de ídolos...
É o mesmo que Clodovil falando de mulher.
Não conhecia...ouvia falar...

Pablo disse...

O Botafogo deveria contratar o lateral direito Nei que deixará o Inter no final do ano.

Abs
Pablo

Zé do Rádio disse...

Ai,
é uma infelicidade sem tamanho criticar esse ou aquele jogador, ídolo desse ou aquele time....

Se Zico fosse um fracassado como querem os gloriosos, com certeza os mesmo não teriam tanta raiva do dito cujo, e não me venham com essa que a raiva é da seleção...Zico foi um dos maiores carrascos do glorioso.

Assim como querer críticar Garrincha é de uma insanidade brutal. Seu problema pessoal se fez mal a alguém, foi para seus familiares e para ele próprio...

As duas genialidade estão acima das paixões rídiculas e infantis de nós torcedores.

Se liguem no rádio.

Zé do Rádio disse...

O PC deveria deve é ser mesmo marketeiro.... quando não se tem nada de bom para falar do glorioso é só atacar a mulmbada que o blog bomba.rsrsrrrsrsrrs... golpe sujo heim PC... mas é bom inventar ou plantar algo que vem lá de General Severiano as vezes só para variar um pouco...

Se liguem no rádio.

Celso Ricardo disse...

Comparar Garrincha com Zico é uma heresia.
Zico foi um fracassado, jogador de Maracanã.
Criticar as atitudes do cidadão Garrincha é natural, foi um irresponsável.
Criticar o Franguinho Amarelão de Quintino como jogador é mais natural ainda.
O maior "carrasco" do Glorioso foi aposentado por nós, em 89.
E olha que naquela decisão não teve suborno, armações etc.
O verdadeiro carrasco do Glorioso foi Roberto Dinamite.

Cacau Avila disse...

Ele voltoooouuuu.

Quando não é allansid dizendo que sou PC, é o urubu FLAlando que sou o Paret (Paret também manda esta paradinha de FLA, não é mesmo?).

Mas veja o que Paret pensa do Zico chupetinha (acho que somente eu e o Paret o chamamos assim depois da novela da emissora que dá guarida do menguinho, né?). Isto bombou aqui no blog do PC naquela época.

Leia no link

http://www.blogger.com/comment.g?blogID=7438019987256447922&postID=6200793600782707559&isPopup=true

É um texto que "dá gosto de ler".

Deveria ser leitura obrigatória para os futuros frequentadores de Maracanã bem como para os jovens que irão acompanhar a Copa do Mundo no Brasil com seus sonhos de futebol brasileiro grandioso.

Leia com atenção.. Mas cuidado: fora o Zé do chip (eu cismei que radinho não tem mais), mais alvinegros irão querer copiar o Paret. kkkkkkkk


Ass.: Cacau Paret (tu) Avila (eu) Vasconcelos (allan) e por aí vai.

Cacau Avila disse...

Atenção galera que acha que Zico chupetinha é inatacável. Não acesse o link informado no comentário anterior.

Em compensação, recado para a galera que pactua da mesma opinião de que aquele amarelazzio, sem a guarida da TV e do apito, seria mais um Jorge Mendonça na vida (este mesmo Jorge que o barrou na primeiro Copa em que o amarelico foi)...

Acessem o link e DIVIIIIIRRRTAM-SE!

O texto é impagável.

Zé do Rádio disse...

Faça me rir Celço Ricardo, ...

esse é o problemas de vcs.... na cabeça paralisada na década de 60, vcs acham que o Botafogo esta acima do bem e do mal... mas pergunta isso para um santista, para um torcedor do Gama, eu disse Gama????

Não é a torcida do Flamengo que acha Zico um dos grande jogadores que o Brasil já teve... é o mundo velho, quer vc acredite, ou queira acreditar ou não.... São relatos do patamar de Platine, Beckembauer, Maradona....é fato, queira ou não.

É como disse acima, demerecer certos personagens por puro clubismo é infantilidade meu caro.

Se liga no rádio

Cacau Avila disse...

Me diverte muito, este framenguista "sabido".

Zé do Rádio disse...

Pô Cacau, desmerencendo meu radinho, de novo??? Se divirta ai com o Allan e deixa meu rádio quieto, rsrsrs..

Se liga no rádio.

Zé do Rádio disse...

Puts, como ia esquecendo Celso Ricardo....

em 89, como tu mesmo citou, o título veio com uma certa ajudinha... lembra aquela mãozinha empurrando o então garoto Leonardo????

Mas o fato é que o lance em si não tira o mérito do glorioso, que ao meu ver, se no futebol existisse justiça, fez prevalece-la....

É aquilo que lhe falei, infantilidade e clubismo.... esse é o mal.

Se liga no rádio.

Sidney disse...

Cacau Ávila chegou tarde hoje do trabalho sei não hen foi a Gauchinha, você mostrou seu chimarrão pra ela?

Cacau Avila disse...

Fala Sidney. Não tô comendo aquele monumento não, jovem. rsrsrs. E o pior é que se tivesse, não falaria. Nunca fui de falar estas coisas.

Já quanto ao papo aí do Zé do chip, memória seletiva, mesmo quando o comentário é arrumadinho feito o dele, é brabo.

Em 89, se não me falha a memória, a tal ajudinha só veio depois que no jogo entre os dois times na Taça GB, vendo que o frangueiro urubulino bateu roupa e a bola sobrou nos pés do Paulinho Criciúma, o Luis Carlos Félix virou-se de costas para apitar o final do jogo enquanto o nosso 10 rolava a bola para as redes.

Isto aí é difícil de lembrar, eu acho.

edgard horacio disse...

a frase correta é:
"dos meus flamenguistas, cuido eu."

Zé do Rádio disse...

É ai que vc se engana meu caro, ....

é tão simples de lembrar quanto o gol que Zico, o tal chupetinha que adorava fazer gols no glorioso time (da década de 60), fez contra a Suécia na Copa de 78....

É um lance complicado Cacau, Zé Carlos tira a bola da área de soco, que cai nos pés de P.Criciuma que acerta o chute quase de primeira...mas a de se conver que Criciuma esta longe, o assoprador de apitos termina o jogo que já passava dos 49 minutos...e a bola entra...,

é aquela coisa meu velho, se é a favor ta tudo certo, se é contra, tá no inferno...

Ma lembrando bem daquele jogo, o tal Zico, é o da chupetinha que queiras, fez um gl de falta lá do meio da rua....quem foi o frangueiro mesmo do jogo?????

Difícil de lembrar é o empurrão do monotítulo do Mauricio, da bela ajuda da CBF em alguns anos para não cair, do equivoco(como o próprio se auto classificou) do Marcio Resendo de Freitas, isso sim é difícil... não é mesmo Cacau??

Se liga no rádio.

edgard horacio disse...

Calote do framengo,
isso ninguém fala !

> http://i49.tinypic.com/2weywxe.jpg

Zé do Rádio disse...

edgard,

mas isso não é novidade...perdeu até a graça...com titia Pati do parquinho então.....

mas a tal flapress, diferentemente como tu cita, anuncia sim, até na grobo meu caro, todo dia tem uma dessas...

Se liga no rádio.

Cacau Avila disse...

Viu aí Zé?

Difícil mesmo.

Num só campeonato (89), um erro crasso (ou mal intencionado do flamenguista confesso Luis C. Félix?) tira do Botafogo o título da Taça GB (era em pontos corridos). E outro erro já nos dá uma vitória que viria a qualquer momento, pois o gol do Maurício foi aos 12 minutos.

Num só campeonato (95), vocês (principalmente os letrados como és) procuram frisar apenas que o cara deu o gol do Tulio impedido, mas outro erro, a falta vencida que só foi marcada porquê o mesmo Tulio (jogo daqui do Rio) já estava à frente do goleiro do Santos, isto aí tem que ser esquecido.

Eu poderia dizer "quem me dera que o juiz, pelo menos, dividisse os erros" mas não quero. Mas veja que se ele dividisse, seu time não teria mais títulos nem do que o próprio Botafogo (quem lhes deu 20 anos de frente).

Vou dormir Zé. Meu trabalho está um sangangu dos diabos e amanhã o bicho pega.

edgard horacio disse...

concordo Zé do Rádio, mas se fosse
outro time era capa do jornal.

Zé do Rádio disse...

Cacau, vá dormir meu velho(impressionante como a palavra velho combina com o glorioso, rsrsrsr, brincadeira maldosa...)...

Mas é isso que eu quero frizar!!!

No jogo de 95, se o assoprador fosse bom, e olha que eu nem disse honesto, o Santos teria matado o jogo ali mesmo...foram 3 empedimentos "equivocados" contra o time praiano.....

edgard,

acredite, disgraça vende tanto ou mais jornal, que fatos "bonzinhos"...e nisso meu amigo, o mengo é insuperável...

Se liga no rádio..

Sidney disse...

Galera do blog acabei de ver o Jogo do Milionários contra o Tigres pelas Semifinais da Copa Sul Americana de 2012, deu zebra o Tigres está na final porquê empatou com os Colombianos e como gol fora de casa e critério pra desempate, agora os Hermanos irão pegar o São Paulo na Grande Final, Lembrando que o Primeiro jogo vai ser na Argentina tomará que não falte Luz e bote a culpa no Ônibus no Tricolor Paulista rsrsrsrs, e o jogo de volta acontecerá no dia 12 de Dezembro no Morumbi e será a última partida do Lucas que deverá ser homenageado pelos torcedores, Alô, Alô Cacau convidar a Gauchinha para nós ir na Argentina para rolar o come o come kkkkkkkkkk.

Felipe Flanático disse...

Aos poucos a máscara do Cacau Avila vai caindo...

Felipe Flanático disse...

Meu caro Zé do Rádio, se eles gostam de implicar com o Zico, devolvo na mesma moeda.

Veja como as meninas perderam as estribeiras quando falei do Garrin(ca)cha(ça).

E olha que eu ainda nem falei do Nilton Santos...

Luis disse...

Felipínho Flanaticuzinho,abandone o ódio pelo Fogão e faça como o Sidney que está de olho na gaúcha do Cacau. . Quem perdeu as estribeiras foi o chupetinha que quando humilhado pelo grande Perivaldo,agrediu o afro descendente e foi expulso em mais um vexame. Se fosse hoje seria preso por racismo

Caro ZÉ da Hora do Brasil,se a gente não puder zoar uns aos outros aqui, é melhor o PC fechar o Blog
Um abraço a todos e boa noite,incruzivi pros framengos que vão sonhar com a FLAGAY
E não esqueçam,a verdade histórica é cruel:
Mazolinha foi melhor que Zico. Está na revista da FIFA

Cacau Avila disse...

Não Zé.

Como eu já disse (e aqui é o Cacau Paret, não esqueça, o seu miguinho aí de grená e preto fixou isto e está maneiro), você é esperto mas FALEMOS DOS DOIS JOGOS DE 95. Se o Márcio Resende arrumou os impedimentos (bem mais difíceis de decifrar do que o do Dodô em 2007), Sidrak Marinho, no primeiro jogo, nos tirou a chance de sair do Rio com 3x1 praticamente certos, placar que não interessave quer ver?

Foi 2x1 injusto para o que o Fogão jogou mas a torcida Santista que foi ao Maraca saiu gritando 'é campeão', vc quer maior prova de que não interessava a ninguém o Botafogo campeão brasileiro?

Analise corretamente, já que és bom de raciocínio. Indo pela linha dos menguenses de só escrever o que lhe interessa, fica meio bizarro.

Então - 89, 2 jogos (Taça GB e Decisão)

95, 2 jogos. (Jogo do Maraca e jogo do Pacaembu).

Já quanto ao velho, fui dormir por ter que trabalhar e não poder ficar até altas horas na internet. Mas não me ofende, visto eu ser um cara cada vez mais satisfeito com a vida que vivi e com a que ainda irei viver.

Cacau Avila disse...

Olha só o framenguista franático pessoal!

Acho que o Paret largou o aço quando mandou isto aqui:

http://www.blogger.com/comment.g?blogID=7438019987256447922&postID=6200793600782707559&isPopup=true

Cacau Avila disse...

Ô framenguista!

Tem outro link aí que não sei mais em a qual postagem pertence. Nele, Paret contou a estorinha fraquinha do seu menguinho. É de dar dó, principalmente agora que um incêndio derreteu todas aquelas bijuterias fajutas que os juízes lhes deram.

O comentário é maneiríssimo. Fala de várias goleadas sofridas pelo framenguinho, inclusive uma série para o Botafogo em que tudo era de 5 (inclusive, se bem me lembro, com o jogo do senta).

Ass.: Cacau (eu)

Paret (tu)

Avila (eu)

Vasconcelos (allansid)

Eles, realmente, nos divertem e muito.

PC Guimarães disse...

Mais importante do que ter saído na revista da FIFA que Mazolinha foi melhor do que Zico, foi Mazolinha ter sido escolhido em enquete pelos sócios do Blog do PC. Esse Zé do Rádio é uma figura.

Cacau Avila disse...

PC. Paret, há meses, deixou o "singelo" texto abaixo aqui no blog, contanto a verdadeira história do Zico Chupetinha. o texto vai dividido devido ao nº caracteres

-----------------------------------

Marcos Paret disse...
A VERDADE SOBRE O ZICO - PARTE 1

A história deste famooooso mulambo começou mal: ele era banco no dia 15/11/1972, todos sabem, dia do aniversário do menguitinho.

Do banco, a futura zigalinha viu o sacode de 6×0 aplicado pelo Botafogão no seu timeco como O MAIOR PRESENTE DE GREGO DA HISTÓRIA DEPOIS DO PRÓPRIO (O cavalo de Tróia).

Após o sacode único (o deles foi vingancinha, teve gol de pênalti, foi sobre um Botafogo risível), Zagallo, treinador dos mulambos (foi fazer o que ali, mestre do 13?), instado pelos repórteres a dizer o porquê de a futura zigalinha não ser escalada, mandou o seguinte: “É UM GAROTO JOVEM E FRANZINHO DEMAIS… AINDA NÃO ESTÁ NA HORA DE O LANÇAR”.

Com efeito: este garoto ficou muito conhecido no início da sua passagem pelo futebol como sendo uma criança cuja mãe fazia de tudo para que ele comesse um bom prato de feijão com arroz e carne, mas o guri só mandava suco de goiaba Jandaia com biscoito xereta. Amigos meus moram ainda na Rua Lucinda Barbosa (rua aonde o jovem nasceu e passou sua infância/juventude) e alguns deles foram amigos da ziqueteta.
Cresceu uma coisa gelecosa, canelas de mingau, UM MAMULENGO.

Suas peladas no River como ‘o garoto que mandava bem’ são lendas de bairro (de bairro não, de rua).
Seus grandes feitos são títulos inventados no Maracanã.

Para tentar levar para casa um tal tricampeonato carioca, precisaram de uma arrumaçãozinha entre 78/79, com um pedaço de um título do ano anterior valendo como título do ano seguinte, enfim, UMA MARACUTAIA QUE SÓ EXISTE NA GAYVEA.

Mas o que marcou a vida da zigalinha foram dois fatos: a seleção e sua insólita passagem por solo italiano.

Cacau Avila disse...

SEGUNDA PARTE

1 – Seleção – depois de ser reserva do Jorge Mendonça na Argentina em 78 (ficou no banco tirando fotos... cena bizarríssima mostrada pelas câmeras da TV argentina), ficou marcado por jogões contra Nova Zelândia e Escócia em 82 mas se mostrou mesmo a zigalinha de fato quando, em vez de ser homem em campo, ficar o tempo todo no jogo contra a Itália gritando “seu juiiiiiiiizzzz… óóó sóóóó.. O Gentiiiiiiileeeee…. ele beeemm rasgou minha camiiiisaaaaaaaaa”. UMA TCHUTCHUCA MIMADA.

Em 86, numa insistência do sistema que não teria eco num país onde o esporte é levado a sério, a moffoila saiu do banco para a desgraça: perdeu um pênalti que nos tirou novamente da competição. E para não ficar no tri, se meteu na seleção de novo em 78 para zoar o ouvido do Zagallo.

Então, neste primeiro item, a zigalinha ficou conhecida como campeoníssima de baralho: TETRA CAMPEÃ DE COPAS FORA. Alguns ainda colocam nesta conta de Copas do Mundo a eliminação do Japão em 2006 e sua tentativa de levar (trazer) o ex time do Sadam para 2014 como uma desesperada busca pelo HEXA.

domingo, junho 10, 2012

Marcos Paret disse...
A VERDADE SOBRE O ZICO – PARTE FINAL

2 – Sua passagem pela Itália – Aaahhhhh! Na categoria menguitista “porquê não temos um ídolo de verdade?”, ou ainda na outra “não me envergonhe fora do país.. sou brasileiro e honesto”, esta passagem do ‘canelas de mingau’ por solo italiano tem lances de comédia pastelão e de programa do Didi, misturadas a cenas dignas de serem investigadas em uma CPI.

Tendo sido contratado pelo inacreditável Udinese (se ninguém conhecer, ao Google por FLAvor), zigalinha fez duas coisas por lá: “não fez nada” e “nada fez”. Mas a sua saída daquele país é que fechou de vez o bizarro (neFLAsto) da coisa, ganhando de qualquer dos 300 mil programas ou 900 filmes feitos por Renato Aragão.

Tendo tentado ludibriar o fisco italiano, a zigalinha, na iminência de ser presa, TEVE QUE SAIR DA ITÁLIA VESTIDA DE MULHER. Até hoje não devolveu as anáguas e calçolas da camareira do clube.

E acabou. heheheheheheheh

É pessoal. Acabou assim a vidinha deste tal ídolo. Quantas glórias, hein? Participou ainda ativamente, junto com um repórter conhecido como Kleber Leite, da puxada ao torcedor da Geral para dentro do campo, no episódio conhecido como ‘jogo do ladrilheiro’, no qual prestes a tomarem uma virada do Vasco numa decisão de campeonato, interromperam e esfriaram o jogo e tiraram o momento do time do Dinamite que era de reação avassaladora.

E claro que naquela viagem de avião até Goiânia para assaltar o Atlético MG e tirar os mineiros do caminho na única Libertadores que viram na vida, contra reservas argentinos e uma formidável obra do acaso chamada Cobreloa, não perdeu tempo e deixou com o Wright o mapa das expulsões aos jogadores do Galo.

As maiores glórias internacionais deste ?atleta? junto com o seu ?clube? foram vitórias contra Jorge Wilsterman (não esqueçam, na dúvida, ao Google.. hehehe) e Cobreloa-*, naquilo que ficou conhecido como “uma saraivada de pedras”.

_________________________________

*O bizarríssimo adversário do ridiculengo na final da Libertadores de 81, jogo conhecido como “Um ringue de pedradas”, foi o Cobreloa. Bizarro sim, pois se tratava de um time fundado em fevereiro de 1977.

Vocês sabiam?

Não né? A grande mídia jamais vai lhes contar isto.

domingo, junho 10, 2012

Felipe Flanático disse...

Já que "pediram a história do Nilton Santos...

Nílton em Santos é uma múmia, um ex-futebolista que jogava na Seleção Amarelona de Futebol e do Glorioso (sic). O estilo de jogo dele é desconhecido, pois na época em que ele jogava, ainda não existia a televisão, o rádio e muito menos as arquibancadas para os torcedores verem o seu estilo de jogo. Porém, segundo veneráveis anciões, como o Teu pai, o Teu avô e o José Ferreira Neto, Nílton Santos foi um dos melhores jogadores do futebol brasileiro na função de lateral-esquerdo, pois, além dele quebrar pernas atuar como um defensor, ele também fazia “diversos gols”.

Nílton Santos começou a sua carreira no Botafogo, em 1900 e guaraná com rolha. Ninguém sabe ao certo como foi a sua carreira, afinal, ninguém ainda estava vivo para presenciar essa cena. Porém, de acordo com análises de Carbono-14 (e análises dos gramados cariocas), no começo de sua carreira, ele não foi muito diferente dos jogadores atuais, pois ele também começou esquentando o banco, pois ninguém ainda conhecia as suas verdadeiras habilidades futebolísticas.

Porém, em um belo dia de Sol (sim, ainda se dava para ver o Sol, pois na Era Paleolítica ainda não havia poluição), o lateral-esquerdo titular do Botafogo, que era o Faraó Ramsés II, se machucou, abrindo assim uma excelente oportunidade para Nílton Santos mostrar toda a sua habilidade.

Então, Nílton Santos fez a sua primeira partida como titular, e surpreendeu todo mundo (apesar de só terem os seus colegas de time e os adversários no campo de barro). Ele chamou à atenção principalmente porque, diferente dos laterais-esquerdos da época, que apenas ficavam quebrando canelas defendendo, Nílton Santos também atacava com precisão, sendo um grande usuário de cruzamentos precisos. Ele tinha um cruzamento tão preciso que cruzou até mesmo o Cabo da Boa Esperança.

Após ter mostrado ser um jogador totalmente excelente, Nílton Santos conseguiu, finalmente, se firmar como titular da equipe, e não saía nem que o Pelé quisesse entrar na sua vaga. Depois disso, Nílton Santos continuou fazendo excelentes partidas (de acordo com o Neto), e, após alguns anos, ele virou um dos maiores ídolos do buátafogo, afinal, ele conseguiu ajudar a equipe à ganhar diversos títulos pouco, ops, muito importantes, como o Torneio Roberto Gomes Pedrosa.

Depois de muuuuuuuuitos anos jogando pelo Botafogo, e de ter ganhado diversos títulos, Nílton Santos resolveu se aposentar, para deicar à sua vaga de jogador para qualquer outro jovem, que tivesse menos de 2000 anos nas costas.

Felipe Flanático disse...

E sobre a sua estadia, ops, brilhante carreira na Seleção Brasileira, Nílton Santos ganhou diversos títulos, e aí se inclue a Copa do Mundo de 1962. Nessa Copa, Nilton Santos teve importante participação no jogo contra a Espanha, sendo um jogador ético que é, fez pênalti e chamou o árbitro de “lindão”, aproveitando a distração do árbitro com o elogio, saiu da área e o árbitro ao invés de dar o pênalti, marcou falta fora da área. Na cobrança, o árbitro marcou um impedimento que ninguém viu instantes antes de Peiró marcar, de bicicleta, o segundo gol espanhol.

O ético Nilton Santos também ganhou a Copa de 1958, porém, a veridicidade dessa conquista não é comprovada, afinal, os historiadores de plantão ainda não tem a tecnologia necessária para desvendar os mistérios de períodos tão longínquos.

Foi assim.