Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

segunda-feira, 31 de março de 2008

PC Guimarães comenta - A nº 1






Nasceu! Na correria da primeira edição, houve algumas truncadinhas. Mas é mais ou menos isso que eu queria dizer. É só passar a mãozinha. Quer ver no jornal?
http://www.correiodobrasil.com.br

domingo, 30 de março de 2008

Coluna do PC no Correio do Brasil


Meu camarada e editor-chefe Gilberto de Souza acaba de enviar a arte da minha coluna sobre futebol, que estréia amanhã, segunda, no jornal Correio do Brasil.
http://www.correiodobrasil.com.br/

Corinthians com aquilo roxo


E a camisa nova do Corinthians? O Palmeiras tem uma verde-limão. E o São Paulo? Será que em breve usará uma camisa rosa?
Esses paulistas!

Sanduíche paulista


Deu na Folha. Mania esquisita de comemorar gols, sô! Prefiro soco no ar. Vai que o cara do meio é aquele jogador que joga no ... no ... Deixa isso pra lá.

sábado, 29 de março de 2008

Cuidado com o São Paulo!

sexta-feira, 28 de março de 2008

Será que eu dou (no bom sentido) pra colunista?


Meus amigos (copyright by João Saldanha)
Na próxima segunda-feira começo a publicar uma coluna sobre futebol no jornal Correio do Brasil, do meu amigo Gilberto de Souza. É claro que conto com o apoio e colaboração de todos - e todas.
O endereço:
http://www.correiodobrasil.com.br/

A imprensa flamenguista é muito engraçada!


Quero ver os coleguinhas do Globo fazerem o mesmo quando o Flapito, Flu e Vascopênalti ganharem seus jogos com gols irregulares. É ruim, hein! Vão agora ficar chorando e passar o resto da vida dizendo que o Botafogo ganhou do Cardoso Moreira com um gol irregular? Ridículo! Quem viu o jogo, viu que o time do interior passou o jogo todo dando pontapés e fazendo cera.
Vão todos cagar no mato, como diria a minha avó desalmada.

As garotas do Leblon não deviam olhar pro Carlinhos, do Flamengo!


Acabo de ler no Lancenet! que o ex-jogador e ex-técnico do Flamengo, Carlinhos, conhecido como "Violino", em seus tempos dentro das chamadas 4 linhas, vai ser homenageado pelo Flamengo. Fizeram um busto do cara. Merecido. Mas uma perguntinha: Carlinhos jogava de óculos?
Esses marqueteiros!

quarta-feira, 26 de março de 2008

O que "ser" Pitty?

Há alguns anos, quando trabalhava numa grande multinacional, vivenciei uma cena de puxasaquismo explícito que deu o maior "bololô", como diria a minha avó desalmada. Eram tempos de vacas magras e, para agradar ao novo presidente que acabara de assumir o cargo, um "assessor" (sempre eles) decidiu provar que a empresa no Brasil estava cumprindo a meta de redução de custos e serviu uísque nacional para o homem. Só que o cara era escocês e ao provar o "precioso líquido" exclamou: "O que ser isso?". Não sabia ainda falar o português, mas sabia muito bem o sabor de um bom whisk.

Resultado: o "assessor" teve que sair correndo para comprar uma garrafa de um legítimo scotch.

Como todos sabem, eu não vejo Big Brother. Mas fiquei assustado ontem com aquela moça que botaram pra cantar. Uma tal de Pitty. Passei a minha adolescência ouvindo Pink Floyd, Led Zeppelin, The Who e Cia. Sei bem o que é rock. Mas não sei o que é Pitty. O que ser Pitty?

terça-feira, 25 de março de 2008

O pai do ano: seu Walter, pai do Wellington Paulista


Tem sido de arrepiar a torcida do seu Walter, pai do Wellington Paulista, nos jogos do Glorioso no estádio mais moderno das Américas. Quem leu os jornais hoje e viu o GloboEsporte deve ter se emocionado com o que o artilheiro do Carioca 2008 fez pela mãe.
É por isso que eu me orgulho de ser botafoguense.

Até o Renato Maurício Prado concorda: Botafogo é o melhor time do Rio


Deu hoje na coluna do Renato no Globo. Ele tem um problema grave: é torcedor do time do apito. Mas volta e meia faz a coisa certa, que nem o Spike Lee. É bom lembrar que no ano passado, chegou a escrever que achava "estranho" os erros da arbitragem contra o Glorioso.

Calazans e o xodó do Joel Santana


Discordo muito pouco do camarada Fernando Calazans. Hoje ela publica mais um belo e corajoso texto no Globo metendo o pau no botinudo do Toró. Fernando não tem medo de desagradar os patrulheiros do time do apito.

Botafogo favorito

500 votos e o Glorioso continua favorito ao título. Metade dos leitores eleitores do Datablogpc escolheu o Botafogo. Continuo achando que se não tiver apelação extra-campo, o melhor time vai ser o campeão. E os leitores concordam.

Cuidado com a Flamutreta


O opinião pública que não é fanática (ou seria flanática?) conseguiu pressionar o procurador flamenguista para ele indiciar os botinudos do time do apito. Mas agora é preciso estar atento e forte. O time do apito é bom de tapetão. Vide o box publicado hoje no Lance! Principalmente o jogo em destaque. Foi nesse jogo que o time do apito conseguiu aquela classificação "mandrake" no Maraca. É bom não esquecer que o Juan estava impedido no segundo gol do time do apito.

Os quatro botinudos valentões


Finalmente o procurador flamenguista indiciou os 4 espertalhões do Time do Apito. Espera-se que o Tribunal tenha o mesmo rigor que teve com o educado Cuca, que pegou 30 dias de punição por reclamar contra aquele juizinho #%&*@/+?$
O pior é que alguns cachaceiros ainda defendem o Toró e o cara acha que não fez nada. A torcida do Flapito deve estar torcendo pra ele ser suspenso, pois o cara não joga nada. Quero ver mesmo é suspender o Bruno pelo soco que deu no André Luiz. Quem reclama é suspenso por um mês. E quem dá soco no adversário?

Procurador flamenguista finalmente indicia botinudos do Flapito


Valeu a pressão. Finalmente os destemperados e descontrolados jogadores do time do apito foram indiciados. Quero ver é suspender o goleiro Bruno, salvação da lavoura? Vão armar alguma sacanagem. Ou alguém se esquece que o Flamengo tem Kleber Leite e a Famiglia Assef?

Querem rever o descontrole e as agressões do time do apito? Clique aqui.

http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Futebol/Flamengo/0,,MUL361837-4282,00.html

São os malandrões, os xerifões. Quando não contam com a ajuda de juízes, perdem na bola e ficam inconformados.

Falar em ajuda de juiz: por que o soprador não anulou a sola do Sousa no último sábado? O time do apito acha que pode tudo. Mas deixa estar que a hora deles vai chegar.

Eurico quer aparecer

E aquela coisa que preside (de forma suspeita) o Vasco? O cara mais uma vez quer aparecer. O time do Vasco é fraco, o mais fraco dos grandes e está por baixo. Ninguém fala do Vasco e ele está com inveja da polêmica entre o Botafogo e o time do apito. Para o "diplomata" vascaíno só existe o Flamengo no mundo.

E uma informação: este blog não publica fotos do Eurico. Algumas crianças navegam por aqui.

domingo, 23 de março de 2008

7 a 0

Como é bom torcer para um time que ganha na bola sem a ajuda de juízes.

sábado, 22 de março de 2008

Por que o procurador André Luis Valentin ainda não foi afastado do cargo?


Está no jornal Lance! de hoje. Curioso que quando foi para julgar os jogadores do Botafogo, esse procurador teve a maior pressa em procurar os jornais e refletores da TV. Agora, diz que está em Araruama, que não viu direito os lances, que vai esperar a súmula, que é preciso calma e um monte de desculpas. Não tenho a conta bancária do Montenegro para dizer o mesmo, mas posso concordar com ele. O sujeito foi deselgante ao dizer que gostaria de ver Lúcio Flávio no Flamengo e fora tudo o que fez. Na minha terra isso tem nome, na minha profissão também: FALTA DE ÉTICA.

Os flamenguistas, claro, tiram uma de malandro, especialidade da casa, e continuam alegando que os botafoguenses são "chorões". Eles têm saudades dos vascaínos que eram prejudicados e não reclamavam. Como torcedor, quero saber qual vai ser a punição para o Bruno, que agrediu o Wellington Paulista; para o Toró que agrediu covardemente o Castillo; e para o "machão" Jonathas, que agrediu o Jorge Henrique. Fora a "pernada" do Obina.

A Grande Imprensa, como era previsto, continua quietinha. Esqueceu o assunto.

quinta-feira, 20 de março de 2008

segunda-feira, 17 de março de 2008

A foto que a Imprensa flamenguista não publicou


O Fábio Luciano não jogou ontem. Aquele debochado do Marcelo de Lima Henrique também não apitou. Em que jogo isso aconteceu? Alguém tem idéia?
cadê o procurador flamenguista doente?

Pesquei no blog do Roberto Porto.

O velho freguês está de volta


Essa eu pesquei no blog do meu camarada Roberto Porto. A ilustração é do Alviño, do Jornal dos Sports.
Eles merecem.

Como diria Chico Buarque: chame o ladrão!

Não sei porque lembrei daquela musiquinha do Chico. Será que tem alguma coisa a ver com crise do flapito?

Flapito à beira de um ataque de nervos



Até a Imprensa admite que o time do flapito está descontrolado. Será que não pagaram o crediário da caixinha dos juízes?

domingo, 16 de março de 2008

Cadê o procurador flamenguista? - 4. Nilton Severiano do lance! tira sarro com o time do apito

E nem metendo a mão ganharam! Haha!
Nilton Severiano

"Caros alvinegros!

Estamos de volta à normalidade, vencer o time da massa de alienados e humilhá-los sempre foi uma de nossas tradições! Voltou a ser bicho certo. E de nada adiantou meterem a mão mais uma vez. Por mais que a juizada ajude, dessa vez não foi suficiente. E continuará não sendo! Podem não dar pênalti no Jorge Henrique, podem validar gol impedido, podem ignorar o fair-play (provando toda a falta de educação e bom senso dos burro-negros). Só não podem querer partir para a violência, mais uma vez! Aí, não há como não expulsar, meus caros. Será que o tal procurador flamenguista vai denunciar alguém? Duvido!

No mais, elogio a linda festa da torcida alvinegra, que deixou a chamada "maior torcida do mundo" (como são alienados...) caladinha, muda! Hoje, excepcionalmente, sem me alongar muito, termino com a música tema de nossa vitória:

"Tu és, time de fanfarrão,
Só ganha metendo a mão,
Que papelão...
Eu, nunca me calarei,
Onde estiver gritarei,
Pega ladrão!"

Saudações alvinegras!"

Cadê o procurador flamenguista? - 3 - Vai punir o antidesportista Toró?


Até O Globo admitiu que houve molecagem desse descontrolado Toró e que o pênalti pró time do apito resultou de uma malandragem flamenguista.

Espero que a Imprensa amanhã mostre todas as molecagens feitas pelo time do apito.

Cadê o procurador flamenguista? - 2

Será que o procurador flamenguista (como é mesmo o nome dele?) vai ser profissional e fazer carga contra o Toró, que, além de não ser educado e não ser um desportista, chutou o rosto do Castillo? Na minha terra isso tem nome: covardia. Se bem que para quem agride criança, chutar adulto e depois se fingir de bobo é pinto. E o Jonathan? E o Obina? E o Bruno que deu um soco no Wellington Paulista?
É melhor chorar do que agredir os outros.
Ganhamos na bola, sem a ajuda de juiz. E é bom lembrar que teve um lance estranho contra o Jorge Henrique e que o pênalti pró time do apito saiu após aquela molecagem do Toró.

E ainda vem mais forra por aí. Assim que é gostoso. Ganhar na bola contra um time descontrolado emocionalmente.

Hoje tem roubalheira? - O Botafogo sempre ganhou na bola. Desde os tempos do Manguinha


Que bom rever e ler o Manguinha hoje no Globo. Vi o Manga jogar. Na véspera de jogos contra o Flamengo, ele fazia a feira antes, pois sabia que o bicho era certo. Lembro de um jogo em que o pontinha do time do apito, um tal de Oswaldinho Ponte Aérea, passou o jogo desesperado tentando fazer um gol no Manga.
Mas um dado importante: o Botafogo ganhava sem a ajuda do juiz.

Briga com bêbado - Botafogo e Flamengo hoje

Se o Botafogo vencer hoje, vão dizer que não vale, pois o time do apito jogou com o time reserva; se perder, vão ficar gozando dizendo que ganharam do Glorioso com um time reserva. Até hoje eles não engolem aquele gol do nosso Renato. Mais uma vez eles vivem de copiar o Botafogo.

Hoje tem roubalheira? - Paulinho Criciúma, Luis Carlos Félix e o gol anulado com a bola em movimento



O time do apito vive falando naquele gol do Maurício na final de 1989. Esquecem, fingem esquecer e os mais novos não sabem que no primeiro turno desse mesmo campeonato o Flamengo deixou de perder pro Botafogo graças a um incrível gol anulado de Paulinho Criciúma, aos 45 do segundo tempo, com a bola em movimento. Eu estava no Maraca, no lado direito das cabines de rádio, e até machuquei a mão na comemoração do gol, depois anulado. Paulinho chutou da entrada da área e quando a bola ia entrando o larápio virou de costas e apitou o fim do jogo. O juiz era um tal de Luis Carlos Félix. Dizem que depois ele confessou torcer pelo Flamengo, como a maioria dos árbitros.

Isso não é choro. É fato. Não é de hoje que o time do apito se beneficia com as arbitragens.

Espero que hoje não tenha roubalheira.

sábado, 15 de março de 2008

PM só faz m? - 2 (Bater em índio é covardia)


Não adianta. Acontece no Brasil desde o descobrimento. As "autoridades" fardadas e armadas sempre foram usadas pelo estado para reprimir o povo. No mundo todo. Mas bater no Dono da Terra é sacanagem, é covardia. Este blog jamais vai compactuar com a violência policial. Eu e você pagamos os salários dessa gente.

Tem louco pra tudo! Depois da mulher samambaia e da mulher melancia, o "homem folha"


Saiu na Folha de S. Paulo de hoje. Folha por folha, fruta por fruta, fico com a samambaia e com a melancia, apesar da breguice.

quinta-feira, 13 de março de 2008

Pau no Flapito!


Taí, gostei dessa carta de leitor publicada há poucos dias no jornal Lance! Eles merecem. E com aquela eterna falta de criatividade ficam chorando dizendo que nós é que choramos. Deve ser muito duro ganhar no apito a toda hora. Ou alguém esqueceu também o que aconteceu no ano passado? Djalma Bertrami e Hilton Moutinho continuam nas "baladas" da bola.

segunda-feira, 10 de março de 2008

BBB 8: Fora Marcelo, fica Rafinha

Como todos sabem, eu não vejo o Big Brother. Nunca vi. Mas respeito muito a opinião da minha babá austríaca, a Gherda. Ontem, passando pela sala, notei que ela via o BBB 8 e estava muito exaltada com um médico, com pinta de charlatão, que diz que é gay. No entanto, dizem que para a Telma, ele negou ser gay e até cantou uma musiquinha dos anos 80: "Telma eu não sou gay...".

Gherda perguntou se poderia entrar no computador para votar contra o cara, que ela disse que se chama Marcelo. O que a Gherda pede, é ordem. Portanto, apesar de não ver o Big Brother, o editor deste blog apóia a babá e decreta:
"Fora Marcelo!". Que saia da casa com 90% dos votos.

sábado, 8 de março de 2008

E ainda por cima é mentiroso esse Marcelo de Lima Henrique!


Espero que esse cara tenha sido queimado que nem Marçal Filho e aquela bandeirinha pelada. O que esse sujeito fez não pode ser esquecido. E ainda por cima é debochado e, pelo jeito, mentiroso. Por que tanta raiva do Botafogo? Tomara que esse advogado consiga provar que esse soprador de apito tendencioso tenha mentido mesmo.
Aliás, uma perguntinha: por que a Imprensa não vai no Corpo de Fuzileiros Navais e apura pra que time ele torce? É bem capaz de bater com as fotos publicadas no dia seguinte do fatídico jogo em que o Flamengo foi mais uma vez beneficiado. E aí flamenguistas doentes e parte da Imprensa pare de justificar a injustiça e o deboche contra o Botafogo.

Mentiras podem causar processo para árbitro
Advogado diz que Marcelo Henrique pode ser processado por mentir na súmula
LANCEPRESS!
Advogado especialista em Direito Esportivo, Marcílio Krieger explica que um árbitro pode ser punido por escrever inverdades em uma súmula de jogo. No julgamento de quarta-feira, no TJD-RJ, a defesa do Botafogo frisou que o juiz Marcelo de Lima Henrique mentiu ao dizer que o técnico Cuca o havia xingado.

- Se ele realmente mentiu, deveria ser processado - afirmou Krieger.

sexta-feira, 7 de março de 2008

Flapito, segundo Roberto Porto

Meu ex-colega de O Globo, Roberto Porto, pega pesado. Do jeito que o time beneficiado pelos juízes merece. Leiam o artigo que publicou em seu blog hoje sobre a vergonha do Flapito em Montevicréo:
http://portoroberto.blog.uol.com.br/

"Depois da noite de cafajestada explícita, ontem, em Montevidéu, fico aqui pensando com os meus botões o que dirá a súmula do árbitro da partida, já que ele não deve ser mentiroso como o soprador de apito da final da Taça GB.

Dirá Sua Excelência que o jogador Toró agrediu uma criança? Ele estava atrasando o jogo, é? Queriam o quê? Que o garoto uruguaio ajudasse o Mengón, como ele está cansado de o ser por estas bandas? Já ouvi energúmenos falando que "ele estava atrasando o jogo", justificando a agressão...

Dirá sua Excelência que o jogador Léo Moicano deu uma “pateada” no adversário e que, com as travas nas ancas do “inimigo”, ainda o empurrou para longe? E que expulso fez um carnaval na cara do juiz reclamando da expulsão com a mão no peito do árbitro? Muito menos do que isso fez o Castillo...

Dirá o delegado do jogo que, revendo as imagens da partida, flagrou o jogador Fábio Luciano chutando covardemente o rosto do adversário caído no gramado? Quanto tempo mesmo ficou o Túlio suspenso por ter feito, supostamente, a mesma coisa com aquele marginalzinho do São Paulo?

Enfim, experimentaram do próprio veneno. Foram ao Uruguai achando que poderiam fazer e acontecer, como o fazem por aqui, com o aval irresponsável, leviano e corrupto de árbitros, procuradores e presidentes de tribunais esportivos.

Mas o mais nojento mesmo é ver que a Flaprensa realmente é incapaz de ter um peso só para a mesma medida. Deve ser algum problema mental. No meu tempo, não tinha disso. O que era, era. o que não era, não era.

Voltaram com o balaio cheio e a reputação, que já não era boa, totalmente emporcalhada.

Agredir uma criança? Solar as costas do adversário? Chutar o rosto de um jogador caído? Cafajestada, coisa de animais.

Viva Nicolas Dominguez, o menino que só queria curtir a vitória do seu time e quase foi jogado no fosso por um marginal travestido de jogador de futebol!

Sua imagem, claro, vestido assim com “A Gloriosa” e a segunda mais bela bandeira do mundo como background, vai correr o Brasil, para chacota geral.

É como disse a Tia Coy, do meu parceiro César Oliveira: "Dans le futebol et dans l´amour, il n´y a ni jamais ni toujours"... "

Saudações Botafoguenses,
Roberto Porto
portoroberto@uol.com.br

Botafogo garfado, segundo o Ique


Sem comentários. Precisa?

O novo escudo do Flamengo


Está lá no blog do meu querido amigo botafoguense Roberto Porto.
http://portoroberto.blog.uol.com.br/

Uruguai muda nome da capital

O governo uruguaio, em ato extraordinário, alterou o nome de sua capital: passou de Montevidéu para MonteviCRÉUUU!

Cadê o procurador flamenguista?

E agora? Vai aparecer algum procurador da Justiça pra indiciar os botinudos Toró, Léo Moura e Fábio Luciano? Por muito menos crucificaram o Túlio. Suspensão de 4 meses nessa gente. Cadê o procurador André Valentim?

Castigo veio a cavalo. Uruguaio. Viva o gandulinha!


E o gandulinha Nicolas, agredido pelo truculento Toró? Tá rindo à toa. Sacaneou legal o time do apito.

quinta-feira, 6 de março de 2008

Chama o Marcelo de Lima Henrique, Flamengo!

Como sempre: se o juiz não ajuda, o Flamengo faz vergonha. E que vergonha! Toró bateu num menino, Fábio Luciano, o malandrão espertalhão passou o jogo todo empurrando os jogadores uruguaios na área do Flamengo e o Leonardo Moura agrediu o uruguaio. E não dá nem pra chorar e arrumar desculpas.

Tem Fábio Luciano, tem "malandragem"

Estou vendo o jogo do time da malandragem e da esperteza. Toró agrediu um menino e Fábio Luciano, o malandrão espertalhão, chutou o rosto de um uruguaio. Devem estar com saudades do Marcelo de Lima Henriques. Quem sabe ele não inventaria um pênalti!

Luis Nassif mete o pau na Veja e naqueles sujeitos chamados Diogo Mainardi e Reynaldo Azevedo. Com todo o merecimento



Imperdível a entrevista do jornalista Luis Nassif na "Caros Amigos" que está nas bancas. Ele mete o pau naquela revista que já foi séria, competente e confiável. Eis um trecho disponibilizado no site da "Caros Amigos".

JOSÉ ARBEX JR. Eu acho que a Veja merece uma caracterização um pouco melhor, mais precisa. Porque, na minha opinião, ela é diferente da Folha e do Estadão. Tem um lugar que a Veja ocupa, que você citou de passagem. Na minha opinião, ela é o veículo propagador do neoconservadorismo no Brasil. Fiquei pensando: com quem a Veja dialoga? A única resposta que eu achei foi George Bush.
A Abril não é uma editora ideológica. Quando você pega a Abril, a Folha, o Globo, eles cavalgam movimentos da opinião pública. Se a opinião pública quer um pouco mais à esquerda, eles vão, faz parte do conceito da grande mídia em relação ao ambiente de mercado. Depois das Diretas-Já tinha uma onda mais à esquerda, eles foram. Depois tem uma onda um pouco mais à direita. Tem um conjunto de fenômenos aí que ajuda a explicar essa questão de mais pra direita. Tem de um lado uma classe média que foi massacrada quinze anos; aí tem uma insegurança, porque fi nanceiramente ela começa a cair. É uma classe média ameaçada. De repente você tem uma ascensão da classe D. Isso cria uma dupla insegurança pra classe média, que é a insegurança fi nanceira e insegurança de status. Daí o Lula é eleito. Você tem o deslumbramento inicial do pessoal que chega ao governo, o que vai acentuando a resistência da classe média. Tudo isso dentro de um ambiente em que mundialmente há essa tendência à direitização. E a grande imprensa sempre refletiu esses movimentos lá de fora, sempre foi cópia malfeita desses movimentos. Então já havia uma tendência de ocupar esse espaço mais à direita. Os jornais fazem isso. Daí surge o escândalo do mensalão, eles têm a chance de refletir o que eles acham que era o sentimento de seus leitores contra o governo e derrubar o governo. Nada de conspiração, estamos falando de mercado. Então todos partem pra isso. Doeu meu coração ver a Folha a reboque da Veja, mas ela tinha lá a visão de mercado dela. O Estadão, com mais discrição, como sempre. O Globo, com exceção das intervenções de Ali Kamel, faz um jornalismo um pouco mais sólido. A IstoÉ é aquilo que a gente já conhece. Mas a Veja envereda por um caminho onde entra um profundo amadorismo desse pessoal. Quando eles começam a subir o tom, com aquela agressividade, colocar o presidente da República...

quarta-feira, 5 de março de 2008

Bebeto de Freitas e a inversão de valores


Pera lá! O juiz prejudica o Botafogo, o procurador diz que é flamenguista e persegue Cuca e os jogadores do Botafogo, os torcedores do Flamengo se dão bem com a mutreta (mais uma) e o Bebeto de Freitas é que vai preso!? Como diria aquele antigo personagem da tv: "Não precisa explicar. Eu só queria en-ten-der!".
Chega de picaretagem no futebol.

terça-feira, 4 de março de 2008

Tolerância zero: contra a falta de cultura básica


Rodoviária de Teresópolis. Um casal vê um antigo exemplar de "Os Lusíadas", de Luis Camões, na estante dos sebos.
"Lusíadas! Que nome engraçado. O que será?", pergunta a moça.
"Sei lá. Deve ser alguma coisa a ver com lusitano".
Como diria Ancelmo Goes: "É. Pode ser".

segunda-feira, 3 de março de 2008

Eurco Miranda enfrenta Orkut


E aquele elegante, gentil e educado presidente do Vasco que resolveu enfrentar o Orkut?! Nessa eu não me meto. É briga de cachorro grande. Mas como perguntar não ofende, eu pergunto: você compraria um carro usado do Eurico?

Flamenguista suspeito


E o presidente do Resende, clube que o Flamengo venceu ontem, que tirou fotos no Lance! com a bandeira do Flamengo e disse que torce pelo time das arbitragens?! Será que foi por isso que ontem o Flamengo não precisou do juiz para vencer o seu jogo no Maraca? Muito estranho!

O anônimo procurador que está fazendo pressão para prejudicar Cuca e os jogadores do Botafogo também confessou que é flamenguista. E tem gente que jura que realmente o Marcelo de Lima Henrique é flamenguista doente. Por que os jornais não mandaram repórteres ao Corpo de Fuzileiros Navais para apurar a informação. Aliás, sempre desconfiei que flamenguistas adoram fuzileiros navais.

É muito cara-de-pau


O juiz faz aquele monte de lambanças e o presidente da Comissão de Arbitragens ainda acha que está certo. Aliás esse cara não é aquele que esteve envolvido recentemente em picaretagens?

O Maraca é deles - com a ajuda dos árbitros


E tome reflexos do roubo pró-Fla. Bela carta de leitor publicada ontem no jornal Lance! Por mais que os torcedores fanáticos do Fla e parte da Imprensa insistam em impedir a reclamação dos botafoguenses, ninguém vai nos segurar.

domingo, 2 de março de 2008

Hoje tem roubalheira?

Decidi: não vejo mais jogos do Flamengo pra não me estressar. São 18h43 e eles já devem ter conseguido algum pênalti, algum gol em impedimento, alguma expulsão ... alguma jogada irregular. E o palhaço o que é?

sábado, 1 de março de 2008

Respeitem o Botafogo. A Sonja é pé-quente


Eu estava no Maracanã no fatídico jogo contra o Vasco em que a gandulinha Sonja (Martinelli) chorou após mais uma derrota do Botafogo para o clube da cruz de malta (isso acontecia nos anos 80). Depois daquele jogo, o Glorioso nunca mais abaixou a cabeça diante das injustiças e partiu para o título do gol de Maurício contra o Império do Mal e das Mutretas. Choram até hoje um suposto empurrão do Maurício no frágil Leonardo. Só lembram desse lance. Não falam em expulsões, em faltas invertidas, pênaltis inexistentes, impedimentos mal marcados etc.

Anos depois, Sonja foi minha aluna. Hoje ela foi manchete do jornal Extra. Quem sabe, Sonja não volta a ser a nossa pé-quente para enfrentarmos essa nova injustiça e roubalheira e seja o símbolo de mais uma conquista conseguida dentro das quatro linhas. Jamais com a ajuda da arbitragem.

Respeitem o Botafogo, respeitem o trabalho dos outros. FICA CUCA!


E agora? Cadê esses juízes de bermuda e de toga que querem prejudicar o Botafogo? Querem aparecer às custas de um clube de tradição que está sendo intimado a aceitar roubalheiras. Cuca está errado, Bebeto está errado, Túlio está errado, os torcedores do Botafogo estão errados? Só os flamenguistas e alguns colegas da imprensa baba-ovo do Flamengo é que estão certos?
Deixem o Cuca trabalhar, pô!

A Viação Teresópolis não respeita os passageiros


Há muito que já estou de saco cheio (desculpem o termo) da Viação Teresópolis. Como não têm concorrentes, fazem o que querem e estão sempre desrespeitando os passageiros. Antigamente, disponibilizavam um ônibus extra às sextas-feiras para atender aos passageiros que trabalham até mais tarde ou turistas que vão passar o fim-de-semana na serra. De uns tempos pra cá acabaram com o horário e estão prejudicando sistematicamente os passageiros. Muita gente tem sido impedida de viajar para Teresópolis às sextas por causa dessa decisão antipática e desrespeitosa. Não sei o que fazem, onde dormem, quanto perdem de dinheiro com a ida inútil à Rodoviária.

Ontem à noite aconteceu de novo. Cheguei à Rodoviária às 23h30 e só havia três lugares no ônibus das 24h. Mais de 10 passageiros tiveram que voltar para casa ou sei lá para onde e, devido à encrenca que arrumei, cinco passageiros concordaram em viajar em pé, pagando o mesmo preço da passagem. O que, imagino, deva ser ilegal. Curioso que o rapaz responsável pelo guichê disse que a empresa disponibilizaria um ônibus extra se fôsse formado um novo grupo de um mínimo de 15 passageiros. Ou seja: isso indica que a empresa tinha ônibus e motorista à disposição, se fosse do seu interesse.

Liguei da Rodoviária pro Jorge Antônio Barros, editor do blog "Repórter de Crime" do Globo Online e ele publicou o post acima. Quem quiser ler na íntegra, deve clicar:
http://oglobo.globo.com/rio/ancelmo/reporterdecrime/